25 Novembro 2008

Anos 30, militar


O aprumo marcial do jovem soldado revela provavelmente o orgulho que sente na Ditadura Militar imposta em 28 de Maio de 1926, expressão que hoje nos arrepia mas que em muitos sectores da sociedade portuguesa queria dizer apenas um pouco de ordem e sossego nos desmandos que caracterizaram os últimos anos da 1ª República – queda sucessiva de governos (45 em 16 anos de regime), greves, inflação, acções terroristas…
O que ele ainda não sabe ou nunca descobrirá é que quando se troca a liberdade pelo sossego se faz um mau negócio. O Estado Novo dar-lhe-á um tempo infinito para aprender.
Também pode acontecer que o seu ar se deva ao que ele acha que fica melhor na fotografia acabada de tirar para oferecer à noiva…


Sem comentários: